Jun 30 2011

Vou já avisando que tentarei (olha que sou fiel as minhas promessas!) fazer tudo que vocês estão me pedindo na enquete.

Hoje mostrarei nosso amigo de passeios. Todo mundo sabe (sabe?) que bebê nenhum (o meu!) não fica muito tempo sentado em carrinho. Principalmente agora que essa delicinha anda. No meu caso, já que João tem MUUUUITA energia, eu prefiro deixar ele andando em passeios curtos, do que deixá-lo no carrinho. Primeiro, que assim ele se exercita, e segundo, ele fica cansado e quando chega em casa CAPOTA às 7 da noite e só acorda no dia seguinte às 8 da manhã! kkkkkk
Aqui no México, esse macaquinho tem sido um ÓTIMO quebra galho e só usei o carrinho uma única vez quando o passeio foi mais longo e João já estava cansado.


Detalhe do meu olho fechado pra mostrar a maquiagem! kkkkkkk (mentira!)

Dessa forma, ele não escapará das minhas mãos e sair correndo, ou até mesmo se perder (que Deus me livre).

Esse post gerou muita polêmica (muita gente concordou comigo, claro!), não sabia que um objeto usado para segurança do meu filho, geraria tamanha.

Estou ensinando o João a andar de mãos dadas. Quando ele solta minha mão, a bolsinha de segurança entra em ação e ele não sai correndo, daí retorno a pegar na sua mão.
Cada pai educa seu filho como bem entender, eu educo meu filho a minha maneira e estou dando o máximo que posso para saber educá-lo bem.
Não entendi e não entendo porque no Brasil esse objeto é discriminado por algumas pessoas. Por que ter discriminação com um objeto que só traz segurança para seu (meu) filho?
Quando estamos andando pelas ruas, principalmente em países estrangeiros, nunca sabemos quem esta ao nosso redor. Seu (meu) filho não ficará em um carrinho sentado o dia todo. Ele vai querer andar, ele PRECISA andar. FATO. Usarei sempre que for necessário esse acessório para mantê-lo perto de mim a todo momento.

Muitos comentários chamaram minha atenção, em especial o da Ana:

coleira, meu querido, deixa de ser uma coleira a partir do momento em que esta não é colocada no pescoço.
A palavra “coleira”, caso não saiba, vem de colar, viu? Nem mesmo aquela que é colocada no peitoral dos cachorros é chamada de coleira, mas de PEITORAL, uma vez que é colocada no peitoral, é claro!
Este tipo de Safaty harness – equipamento de segurança – para crianças (e cachorros) é inspirado nos equipamentos de segurança de alpinistas e paraquedistas (para quem não conhece, no montanhismo e alpinismo, além da famosa cadeirinha, é utilizado também a Chest Harness: http://sicksport.com/rock-climbing-climbing-harness-c-48_80).
Crianças pequenas e cachorros são muito similares em um ponto: ambos necessitam de nosso cuidado pois não têm noção do perigo. Somos responsáveis por eles.

Obrigada Ana,
Acho que ficou claro!

 

Jun 29 2011

A região onde moro nos Estados Unidos é nova e tem muitas casas em construção. Consequentemente, todo dia passa um carro com uma buzina bem engraçada em frente a minha casa vendendo os famosos tacos mexicanos para os mexicanos trabalhadores (entendeu? kkkk). Eu confesso que NUNCA tive vontade de experimentar (sabe-se lá como esses tacos são feitos! kkkk). Entretanto, aqui foi a primeira coisa que quis comer: TACOS TACOS TACOS!

Têm taco para todos os gostos. Meu favorito é o Taco de Bistec (carne). Gente, QUE DELICIA!!! Sem falar nas quesadilhas… #aiiGOD!

Precisava tirar foto da cerveja com sal e limão! Tudo aqui acompanha sal e limão! kkkk Já vi pipoca com sal e limão, a tequila (óbvio!), balas….

Esse sorvete de milho verde dentro da palha do milho, É O MELHOR SORVETE QUE JÁ COMI! PRECISO voltar nesse restaurante só pra tomar novamente esse sorvete.

Quem já comeu taco levanta mão! \o/

 

Jun 29 2011

Hoje o look tem participação do delicinha da mãe, João!
Como sei que ele é a estrela principal do blog…

Fotos do primeiro dia saindo de um restaurante mexicano (aka México! oi? ) . Em outro post mostrarei mais detalhes…

Mãe usa:
Vestido Calvin Klein (vão se acostumando que durante a viagem só terão vestidos!) e sapatilha Bakers.

Filho usa:
Camiseta Tommy , Short e sapato Polo Ralph Lauren.

 

Jun 28 2011

Guanajuato, um termo que vem da língua Purepecha Quanaxhuato, e os pesquisadores tem dois significados:

a) Local de rãs.
b) Local de muitas colinas.

Estamos entre colinas e a cidade é toda “desnivelada”, com muitas subidas, descidas, curvas, túneis…
Enfim, nos outros posts vou mostrando a cidade.

Primeiro dia é aquele onde todo mundo sai com destino supermercado.
Quem tem bebê/criança sabe que tudo tem que ser especial e é uma feira extra só com coisas pra esses delicinhas.

fonte: wikipedia