Jun 24 2010

Ando bem OFF do blog não é? Quando é só o João eu sempre consigo manter o blog, agora quando é gripe, João, casa… aí nem nos se vira nos 30 do faustão. E amanhã, em pleno jogo do Brasil, eu estarei partido para Natal – RN me encontrar com minha mãe e passar 15 dias na minha terrinha Apodisney (Apodi). Marido como sempre indo viajar (EUA – TX) aproveitei e comprei uma passagem na GOL com aquelas promoções bem espertinhas, para não perder dinheiro, mesmo no horário do jogo do Brasil e Portugal às 11:00 am irá partir rumo a Natal, e mesmo arrasada que não irei assistir o jogo, nem pensei duas vezes e comprei a passagem.

Beijo gente e até meu retorno no dia 10 de julho.

 

Jun 19 2010

Pois é gente boa, desde quinta eu estava em Macaé com marido e filho. Marido trabalhando e o João e eu passeando, posso também dizer que foi uma super aventura. Lembram quando eu viajei para Apodi e levei só uma mala do João para passer 15 dias? Essa mala bege, levei também para passsar esses 2 dias e juro que não deu tudo dele dentro dessa mala. Por que? Agora ele não se alimenta mais só de peito e quer seus brinquedos. Geeeente, nunca imaginei que isso ocuparia tanta bagagem. Marido e eu saímos de casa como se fôssemos passar um mês fora. Foram duas malas do João, uma maior com roupas minhas e de marido, e outra mala com o cercado/berço para ele dormir. Melhor dizendo é sempre uma aventura levar o João para outros lugares. Eu tenho certeza que todas as mamães que passam por aqui sabem do que eu estou falando.

Essas fotos foram tiradas da varanda do quarto do Hotel. Para quem não conhece Macaé é uma cidade pequena e fica um pouco longe do Rio. Eu sempre digo que lá a população toda é gringa. São tantos gringos, tantas empresas de petróleo que para quem gosta desse ramo adora entre “” a cidade, lá não tem muito o que fazer e marido trabalha nesse ramo para quem não sabe.

Agora vamos ao que interessa… O Joãozinho completou seus 6 meses de vidinha lá e agora sentando sozinho em cadeirinhas de restaurantes. Tão lindo meu deeeuso! Meu bebêzinho já está crescendo!

 

Jun 16 2010

Quem já leu a Breve Segunda vida de Bree Tanner? Eu já e juro que queria mais. Para quem não sabe (coisa que eu acho muito dificil) esse livro é uma nova perspectiva do universo de Crepúsculo. Na voz de Bree Tanner, uma jovem vampira integrante do violento exército de recém-criados que assola a cidade de Seattle no terceiro volume da série, Eclipse, onde somos apresentados ao lado sombrio da saga.
É bem BREVE mesmo, porque o livro é bem fininho e super rápido de ler. Quando a gente termina da vontade de reler todos os outros livros dessa saga encantadora.

A introdução do livro é a própria Stephenie fazendo um relato de como veio a inspiração para escrevê-lo. Vejam:

Introdução

Não há dois escritores que abordem um tema da mesma maneira. Todos temos inspirações e motivações distintas, temos nossas razões para manter alguns personagens por perto, enquanto outros desaparecem num amontoado de arquivos abandonados. Pessoalmente, nunca entendi por que alguns dos meus personagens adquirem vida própria com tanta intensidade, mas sempre fico feliz quando isso acontece. Esses personagens são os que requerem menos esforço para serem escritos, e por isso suas histórias, normalmente, são as que vão adiante. Bree é uma dessas personagens, e é a razão principalpara esta história estar agora em suas mãos, e não perdida no labirinto de pastas esquecidas em meu computador. (As outras duas razões se chamam Diego e Fred.) Comecei a pensar em Bree quando estava editando Eclipse. Editando, não escrevendo – enquanto redigia o primeiro rascunho de Eclipse, tinha a visão limitada pela perspectiva em primeira pessoa; qualquer coisa que Bella não pudesse ouvir, sentir, provar ou tocar era irrelevante. Aquela história tratava unicamente a experiência dela. O passo seguinte no processo de edição era me afastar de Bella e ver como a história fluía. Minha editora, Rebecca Davis, teve grande papel nesse processo. Ela me fazia muitas perguntas sobre coisas que Bella não sabia, e sobre como poderíamos tornar mais claro alguns trechos específicos dessa história. Bree é a única recém-criada que Bella vê, por isso a perspectiva dela foi a que primeiro me atraiu quando passei a considerar o que estaria acontecendo por trás das cenas. Comecei a pensar sobre viver no porão com os recém-criados e sobre caçar no estilo tradicional dos vampiros. Imaginei o mundo como Bree o enxergava. E foi fácil fazer tudo isso. Desde o início Bree esteve muito clara como uma personagem, e alguns de seus amigos também ganharam vida sem nenhum esforço. É assim que normalmente acontece comigo: eu tento escrever uma breve sinopse do que está acontecendo em algum trecho da história e acabo criando um diálogo. Nesse caso, em vez da sinopse, eu me descobri narrando um dia na vida de Bree. Ao escrever sobre Bree, coloquei-me pela primeira vez no lugar de um narrador que era um vampiro “de verdade” – um caçador, um monstro. Tive de olhar para nós, humanos, através dos olhos dela, vermelhos: de repente éramos patéticos e fracos, presas fáceis, sem nenhuma importância além de ser um lanchinho saboroso. Senti como era estar sozinha entre inimigos, sempre alerta, sem ter certeza de nada, exceto de que sua vida está em perigo. Mergulhei em um tipo inteiramente diferente de vampiros: os recém criados. A vida do recém-criado era algo que eu ainda não havia explorado – nem mesmo quando Bella finalmente se tornou uma vampira. Bella jamais foi uma recém-criada como Bree. A experiência foi fascinante, sombria e, em última análise, trágica. Quanto mais eu me aproximava do fim inevitável, mais queria ter terminado Eclipse de um jeito um pouco diferente. Fico imaginando o que você sentirá por Bree. Ela é uma personagem muito pequena, aparentemente trivial em Eclipse. Vive apenas cinco minutos do ponto de vista de Bella. No entanto, sua história é muito importante para a compreensão do romance. Quando você leu a cena de Eclipse em que Bella fixava o olhar em Bree, analisando-a como um possível futuro, em algum momento pensou no que teria levado Bree até ali? Quando Bree encarou Bella e os Cullen, você pensou em como ela os via? Provavelmente não. E, mesmo que tenha pensado, aposto que não descobriu os segredos dela. Espero que acabe gostando de Bree tanto quanto eu, embora esse seja um desejo meio cruel. Você já sabe: a história não acaba bem para ela. Mas, pelo menos, você vai conhecer toda a trama. E vai ver que nenhum ponto de vista jamais será completamente óbvio.
Divirta-se.

E como ela mesma diz: Você já sabe: a história não acaba bem para ela. Eu fiquei apaixonada (também) por aquela récem-criada e eu realmente espero que no filme eles coloquem um pouco do lado histórico da Bree.

O filme tem estreia dia 30/06 e meu ingresso para o dia 04/07.

 

Jun 13 2010

Assim que cheguei no Rio decidi em optar por depilação a laser na virilha e axila por serem as zonas que eu nunca me permito ter pêlos e sempre que depilava com lâmina irritava. Já na perna sempre dá para disfarçar com calças e meias-calças se estão um pouquinho grande, não é mesmo?
Na perna eu sempre usava a cera em roll on da Depil Roll ou a lâmina mesmo, e raramente eu ia em salões de depilações. E hoje continuo assim sendo que com o novo aparelhinho: Depilador Satinelle Soft Philips.

Gente como eu estava tão desinformada por tanto tempo? Eu jurava que esses aparelhos fossem como os barbeadores e lâminas, que só cortam o pêlo. Só há três dias atrás que descobri que esses aparelhos arrancam o pêlo pela raiz. Então decidi testar e ver se era bom. E honestamente? é PERFEITO! a minha perna está lisinha e sem nenhum pêlo. Agora vamos ver quanto tempo ficará assim.

Para mais informações sobre o aparelho:

O Depilador Satinelle Soft Philips Ultra-rente para uma pele sedosa e macia! O Philips depilador remove pela raiz até os pêlos mais curtos, proporcionando resultados perfeitos que deixam sua pele sedosa e macia por semanas. O depilador vem com um conjunto exclusivo de acessórios para iniciantes, que irá ajudá-la a obter melhores resultados.
Kit iniciante para uma perfeita depilação do corpo todo
-Capa de eficiência com massageador para uma depilação eficiente e suave
-Acessório para levantar pelos com massageador
-Capa redutora para peles delicadas
-Cabeça aparadora para uma modelagem precisa da linha do biquini
Fácil de usar
-Alça ergonômica para um manuseio confortável
-Ajuste de velocidade extra para áreas mais sensíveis
-Cabeça de depilação lavável